Estrela Nova comemora 6º aniversário do Poste da Paz

O Poste da Paz do Movimento Comunitário Estrela Nova completou seis anos de implantação no mês de outubro. Para comemorar, 42 colaboradores da entidade se reuniram na última sexta-feira do mês (27) para uma tarde de reflexões.

Diferente dos anos anteriores, nos quais as famílias atendidas e os parceiros eram convidados, esta comemoração foi reservada para a equipe, com o objetivo de fortalecê-la para os novos rumos que a organização está trilhando.  

Emi Schoenmaker, coordenadora geral do Estrela Nova, começou o encontro apresentando uma linha do tempo dos eventos do Poste da Paz, desde sua implantação em 2012. Para os colaboradores mais antigos de casa, foi um momento de recordação. Já para os mais novos, foi a oportunidade de conhecerem a história e a importância deste monumento.   

Para resgatar ainda mais essa história, a Fundação Lama Gangchen – parceira do Estrela Nova nesta iniciativa – foi convidada para conduzir uma atividade sobre cultura da paz, relembrando a formação oferecida aos colaboradores naquela época, que resultou na implantação do Poste.

Foi um momento de muita reflexão e emoção, quando cada colaborador expôs uma situação pessoal de paz. Logo após, todos participaram alguns minutos de uma meditação. 

Bruno Ricardo Loureiro, orientador socioeducativo do Centro para Crianças e Adolescentes, chegou no Estrela Nova há dois meses e conta o que sentiu ao participar pela primeira vez da comemoração. “Foi um momento maravilhoso. Ficar alguns minutos em silêncio me deixou em paz com o mundo inteiro e pensar sobre o que me trás paz foi interessante, porque neste ano eu tive poucos momentos de paz. Mas, ao chegar aqui no Estrela, eu senti a paz reinar e vi isso no olhar das pessoas, então essa reflexão me emocionou muito”, contou 

A história do Tsuru, tradicionalmente contada neste dia, foi narrada pela professora Michelle Costa, do Centro de Educação Infantil. Essa ave sagrada do Japão, simbolizada por um origami, foi propagada pelo mundo como símbolo de saúde e paz, após o ataque nuclear a Hiroshima e Nagasaki.

Então, como forma de expressar bons sentimentos ao próximo, cada colaborador presenteou um colega com um tsuru de origami, confeccionado pelas professoras da creche. 

Finalizando a comemoração, todos formaram uma grande ciranda e entoaram o mantra “Força da Paz”. Em seguida, como tradicionalmente acontece, foram lançadas pelo céu 300 bexigas com a frase “Que a Paz prevaleça na Terra!”.

O Estrela Nova agradece à Fundação Lama Gangchen pela parceria de sempre e, principalmente, agradece à sua grande equipe pela força e pelo desejo de manter a paz na instituição.